10.2.09

Socorro! rsrsrs

Postado por Alexandra Oliveira |

Estava lá eu fazendo as lições do programa de instrução de adultos da Hellenion e fiquei pensando sobre a famosa questão da ortopraxia (ação correta, de cultuar os deuses e viver por certos valores) ser mais importante do que a ortodoxia (pensamento correto, de seguir dogmas). Pensei também na questão da reciprocidade como o relacionamento formal entre os deuses e os seres humanos.

Aí percebi que antes mesmo de conhecer isso tudo, eu já considerava essencial a reciprocidade (que antes eu entendia como gratidão, mas vi que não é bem por aí) e o fato de demonstrar as coisas em atos e não apenas em sentenças nas quais se acredita.

Posso não ser muito de ficar com palavras carinhosas, mas não tenho preguiça de fazer as coisas que precisam que eu faça, de me empenhar em demonstrar que desejo contribuir para ver as pessoas felizes.

Então me lembrei de coisas que vi no shopping e fiquei com vontade de comprar para o Pipe e a Ali, mas como não é aniversário deles nem nada, me segurei. Fui comprar coisas para mim e achei ruim ter que gastar, sendo que era menos do que gastaria com os presentes deles. É engraçado isso de não medir muito preço quando se é para usar o dinheiro com outras pessoas que não eu mesma. Isso acontece com a Ky também, morro de vontade de raspar da prateleira as dezenas de imagens de deidades egípcias que sigo vendo por aí. Fora que hoje mesmo vi dois livros novos sobre o Egito, e queria ao menos ter tirado foto para mostrar pra ela. (Ah, por falar em compras, comprei um cordãozinho com Sara Kali pra mim.)

Agora vejam: eu começo lendo sobre a Era Clássica e termino pensando em coisas que vi no shopping. Eu realmente preciso parar de divagar tanto, hehehe! Deixa eu voltar para a lição...

2 comentários:

Luciana Onofre disse...

Obrigada amada por deixar que morem em teu coração.

Tua Sarah Kali que mora aqui certamente se conecta com a daí...

Luciana Onofre disse...

PS= sobre reciprocidade, tem a certeza de que moras no coração deles aqui.
Sempre falam com carinho genuíno sobre ti.

Postar um comentário

Subscribe