20.2.09

Divagando

Postado por Alexandra Oliveira |

Na madrugada de terça para quarta-feira joguei o Tarô Mitológico e, para variar, ele falou tanta coisa certa que eu às vezes fico rindo na hora da leitura, de tão na cara que ele me dá, rsrsrs. Mas tem uma carta que desde os últimos meses de 2008 para cá anda reaparecendo. Desta vez não foi propriamente nas 10 cartas, mas por eu pedir uma carta extra para entender que tipo de mudanças eram aquelas das quais o jogo falava. E aí veio ela de novo: a Torre, Poseidon.

Fico imaginando nas trocentas coisas que posso entender dessa carta. A maioria delas é daquele tipo que, embora dê medo (por exemplo, dessa coisa que se desconstrói quer eu queira ou não), também traz um alívio (como o de não ter que carregar mais certos blocos de pedra). Sei que pode parecer difícil imaginar as consequências positivas de um terremoto "poseidônico", mas creio andar mesmo precisando derrubar/demolir certas coisas para ser mais livre.

O que me lembra o mineiro "Libertas Quae Sera Tamen" (liberdade, ainda que tardia), frase a qual - quando pequena - eu achava que significava 'liberta que serás [livre] também', rsrsrs! Não deixa de fazer sentido, não é? Libertar os outros faz-nos tirar nossas próprias amarras. Crianças são sábias! Talvez por ainda estarem com o conhecimento adquirido de outras vidas mais fresquinho. Acho que as águas do rio Lethes (rio do esquecimento) vão fazendo mais efeito com o tempo. Minha memória anda meio ruim para as coisas dos últimos anos, que dirá de outras eras...

Mas então, antes que eu me esqueça também, resolvi atender ao pedido da nayla e trouxe um som da Ana Vissi para curtirmos. Então fiquem com o vídeo, letra e tradução (porque, se é pra mostrar, vamos mostrar direito! hehehe):



Είσαι στο αίμα, στις φλέβες, στα κύτταρά μου
Estás no meu sangue, nas minhas veias, nas minhas células
Είσαι στον αέρα, που αναπνέω, στη μοναξιά μου
Estás no ar, o qual respiro, na minha solidão

Είσαι η μέρα μου, είσαι η νύχτα μου, είσαι το λιώμα μου
És meu dia, minha noite, meu vinho
και τα ξενύχτια μου, είσαι ο παράδεισος στις παραισθήσεις μου
E minhas noites sem dormir, és meu paraíso em minhas alucinações
Είσαι το κάρμα μου κι όλες οι αισθήσεις μου, χαχα, χαχα
És meu carma e todas minhas sensações, haha, haha

Εσύ, τη ζωή μου ορίζεις, εσύ, το μυαλό μου τρελαίνεις
Tu determinas minha vida, tu enlouqueces minha mente
Εσύ σε όλα υπάρχεις, εσύ κι ας μην είσαι εδώ
Tu estás em todas as partes, ainda que não estejas aqui...

0 comentários:

Postar um comentário

Subscribe