13.3.10

Aithaloeis Hephaestos

Postado por Alexandra Oliveira |

Há uma coisa que eu penso e, como diz uma amiga: EU penso, opinião MINHA, desta pessoa que aqui vos escreve, e não algo oficial ou documentado. Nem sei se chega a ser propriamente uma UPG. Mas, enfim, eu acho que Hefesto tem traços de negro. Nem que não seja na cor da pele, mas por ele oficialmente ter olhos e cabelos escuros e seu nariz não ser dos mais finos.

Isso vem primeiro de quando li em "Casa Grande e Senzala" sobre as habilidades que certos africanos tinham com os metais. Depois do fato de acharem, no mito, que ele era "feio" só porque era diferente. Junta-se a isso o seu epíteto de "Aithaloeis Theos (deus coberto de fuligem)" e o fato de - por acaso - "ferreiro" em inglês ser "[black] smith". Aliás, Aithaloeis é traduzido em inglês por "sooty", que significa *"1 fuliginoso, coberto de fuligem. 2 preto, escuro.", segundo o Dicionário Michaelis. No grego moderno, temos termos do tipo:
# aitháli (αιθάλη) = fuligem;
# aíthalon (αίθαλον) = bistre, ou seja, da cor marrom-escura do corante feito de fuligem, como a sépia das fotografias;
# aithalódis (αιθαλώδης) = "sooty"*;
# aithalomíxli (αιθαλομίχλη) = uma fumaça com neblina, como a que se vê em centros urbanos.

Hefesto. Seu nome é de origem desconhecida, pré-helênica, mas dizem que pode vir de 'hemera phaestos' - o que brilha de dia. (Engraçado, porque descobri que os angolanos dizem que brilham, enquanto acham os congoleses baços, os namibianos cinzentos e os guineenses quase azuis.) Seria mais um indício?

Aí um belo dia eu vou assistir "O Ladrão de Raios" e aparece no Olimpo um deus interpretado por um ator afro-americano: Conrad Coates. Quem era? Hefesto! Achei muita coincidência, considerando que não sou nada afeita ao que fizeram no filme (não só com relação aos deuses, mas principalmente por não ser nada como o livro) e do escritor da série ser um cristão carola. Se bem que não sei quem definiu que Hefesto seria negro ali. E que - às vezes - os deuses escrevem certo por 'autores' tortos.

Além das descrições de que ele era coxo, Homero diz, na Ilíada (18), que Hefesto tinha um pescoço massivo e pêlo no peito. No mais, só podemos observar as representações dos artistas. Reparem nos traços destas; uma do século V AEC, uma da Roma Imperial e uma moderna (clique para ver maior):


Hoje foi dia de libação a ele, então voltei a pensar nessas minhas questões. Será que elas têm alguma razão de ser?...

4 comentários:

Jota Olliveira disse...

Bom... como eu já disse pra vc pelo MSN, achava que o deus negro era Dionysus, pq acho ter visto no PJ1 algo sobre ele ser negro, mas enfim. Abafa...

Agora lendo teu texto, de fato, há pano pra manga ou pra touca (coisa pra ficar na cabeça). Acho que isso bate meio com o lance de Dionisio Hindu =D eles vem de culturas anteriores, e vão migrando entre outras e assumindo traços destas.

Améthysta Eleúthera Kunoloverna disse...

Muito interessante o post, nunca pensei muito sobre Hefesto.

Filhote de Lua disse...

tinha escrito um monte de coisas e o blogger comeu. fiquei com preguiça de escrever tudo de novo, então vamos só pro finalzinho,rs.

Meus pais contam que quando visitaram a siderúrgica de volta redonda, quase 30 anos atrás, rs, o povo que trabalhava perto do fogo era bronzeado, escuro como quem tomasse sol todo dia o dia todo. então, faz sentido seu pensamento...

DarkWill Shadowdance disse...

Faz muito sentido, mesmo, Hefesto me lembra tanto Ogum, tá Ogum pode ser tão Comparado com Ares qt com Hefesto, já que é um Deus Ferreiro e Guerreiro!Qt à Dionísio eu sempre vejo como Moreno, nem Branco nem Negro, de qualquer forma Deuses estão além de cores de pele, opções sexuais e afins,rs
Amo Deuses de Pele Escura,Clara,Parda etc..., seja Shiva de Azul Forte, à Kali ,Negra que nem a Noite!!!=D

Postar um comentário

Subscribe