7.10.10

Sonho com Hermes

Postado por Alexandra Oliveira |

Estes dias tivemos um rito para as Ninfas, Akhelous e Hermes. Para celebrar esses sacrifícios, que aconteciam na antiga Erchia, usei bonequinhas de ninfas em cima de um mapa dos Bálcãs (que inclui a Grécia, para lembrar o rio Akhelous) onde também estão algumas das minhas jardineiras de plantas (para lembrar também Gaia, com a terra), uma pedra cortada de interior de cristal para Hermes ('hermai') e uma vela de canela. Consagrei a chama à Héstia e fiz duas preces, uma para Akhelous e Hermes e outra para as ninfas e Gaia (veja as duas no site). Refleti um pouco sobre essas deidades e o aspecto mensageiro de Hermes, como deus das estradas e tudo o mais. Foi um rito super-rápido e eu fiquei meio sentida por não ter conseguido ir até um rio ou lagoa, porque estava muito cheio de carros perto quando passei por lá, então fiquei pensando se tinha valido algo tão simples.

Mas na noite seguinte ao rito, no meio de um sonho normal, vejo 'um cara' andando rápido entre as pessoas e reparei que era Hermes, pois estava com um capacete que parecia casco de tartaruga (pelo formato, mas era liso - sem aqueles desenhos geométricos), com asinhas na cabeça (não sei se na cabeça ou no capacete) e nos pés, e roupa vermelha grega. O curioso é que não era nem chiton nem himation nem exomis, era uma peça única leve e aberta, que ao acordar imaginei que fosse uma clâmide. Fui olhar no nosso site e não lembrava que a clâmide - além de ser roupa de soldado, com a abertura para deixar a mão da espada livre - era também roupa de mensageiro, porque deixa o braço livre para conduzir carruagem e entregar coisas. E ele era magro, provavelmente pela questão da agilidade.

Então, mesmo na sua típica pressa, ele encontrou uma forma de me mostrar que meu momento valeu a pena sim, que ele gostou da lembrança. E eu pela primeira vez o vi "em pessoa" assim tão claramente (ao menos o que dá para vermos de alguém que está passando no meio do povo... rsrs!).

Espero que isto sirva de reflexão para quem ainda acha que Eles não respondem ou não se importam...

4 comentários:

Jota Olliveira disse...

Kkk... Sim, eles respondem. As vezes de umas maneiras claras o suficiente e as vezes de forma subjetiva, mas eles SEMPRE estão lá quando é de coração!

E sonhos são sem dúvida alguma coisa de Hermes. Ele também já me deu um oi "subjetivo" num dos meus sonhos... AMO MUITO!

Kytanna disse...

Olha quem diz que faz as coisas com dedicação e amor e mesmo assim os deuses não respondem; sinceramente, não sabe é prestar atenção e nem interpretar os sinais delicados que nos mandam, isso sim, hunf!

Parabéns por ter olhado e reconhecido Ele no meio do povo, com certeza, essa era o seu teste.

Rô Rezende disse...

Cheguei aqui meio por acaso, acho que pelo Stregheria Pratica e depois de ler o ótimo texto sobre o fio, encontrei esse. Que mesmo sendo um relato curto sobre uma experiência sua acabou me mostrando vários detalhes sobre Hermes que nunca encontrei naqueles textos complexos e enormes.

Obrigada por dividir isso e me ajudar a enxergar melhor esse deus maravilhoso!

noessis disse...

Για χαρά από Ελλάδα επικοινώνησε μαζί μου στο noessis1@gmail.com contact with me at noessis1@gmail.com

Postar um comentário

Subscribe